Temos nossa própria receita para o desafio de ser uma organização sólida e com laços duradouros. E ela é baseada em dois ingredientes: governança e transparência.

Como fazemos
a nossa governança

 

Aqui na Parceiros, nós exercemos um tipo de atividade que só é possível se houver CONFIANÇA por parte da sociedade. Sem credibilidade, não seria possível formar parcerias com outros agentes do tecido social, não haveria redes de cooperação, tampouco haveria apoiadores ou mantenedores para dar o suporte necessário. No fim do dia, é a segurança dos stakeholders de que somos uma organização ética, profissional e geradora de resultados que sustenta tudo. Mas, então, como fazemos para construir confiança? Para nós, com dois fatores: uma boa GOVERNANÇA e muita TRANSPARÊNCIA! Esses dois elementos criam mecanismos para garantir que os envolvidos vão seguir rigorosamente a legislação e as boas práticas; elaborar uma visão de longo prazo atenta a riscos; e maximizar a eficiência dos trabalhos.

Então dá uma olhadinha no nosso modelo de Governança e prestação de contas:

Quem faz
a governança


CONSELHO DELIBERATIVO
Humberto Luiz Ruga | Presidente do Conselho
Alcely Strutz Barroso | IBM do Brasil
Anderson Trautman Cardoso | Federasul
Carlos Frederico Bremer | Brain4care
Cesar Balarine Cavalheiro Leite | Processor Informática S/A
Daniel Hiram Ferreira Ramos Santoro | Empresário
Desembargador Eduardo Delgado | Tribunal de Justiça do RS
Flavia Roberta Freitas de Oliveira e Silva | IBM
Geraldo Bemfica Teixeira | Teixeira Ribeiro Advogados
Hermes Gazzola | Puras FO
Iuri Rapoport | BTG Pactual
João Polanczyk | Médico
Jorge Gerdau Johannpeter | Gerdau S/A
Juliano André Colombo | Sesi – RS
Luiz Carlos Bohn | FECOMÉRCIO/RS
Luiz Felipe Jostmeier Vallandro | Unisinos
Márcia Rodrigues Capellari | IMED
Maria Elena Pereira Johannpeter | Empreendedora Social
Pe. Marcelo Fernandes de Aquino | Educador e Sacerdote
Mauricio Harger | CMPC
Suzana Vellinho Englert | ACPA – Associação Comercial de Porto Alegre
Vania Röhsig | Hospital Moinhos de Vento

SUPLENTES
Lucia Rodrigues | Microsoft
Karin da Silva Leitzke | Pulsa
Juliana Moreira Silva de Paula | BTG Pactual

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
Daniel Hiram Ferreira Ramos Santoro | Presidente
Geraldo Toffanello | Vice-presidente
César Balarine Cavalheiro Leite
Claudia Cristina Bitencourt
Graziela Ervalho Loureiro dos Santos
José Paulo Soares Martins
Mariana Chaves Barcello Teixeira
Patricia Lusia Carneiro da Silva

CONSELHO FISCAL
Débora de Souza Morsch
Doris Beatriz França Wilhelm
Pedro Castiglia Netto
Marco Antonio Perottoni | Suplente
Michelle Squeff | Suplente
Gilberto Carlos Monticelli | Suplente

AUDITORIA INDEPENDENTE
PricewaterhouseCoopers

Chancelas, Prêmios
e Certificações

 

 

As chancelas e prêmios são, acima de tudo, uma forma de facilitar a formação de vínculos na teia social.

Vamos falar sem rodeios: avaliar a seriedade e competência de uma empresa ou OSC dá um trabalhão. O caminho mais comum é verificar os relatórios e demonstrações contábeis, se debruçar sobre a governança, mergulhar nos resultados e checar o histórico.

Mas aqui está uma boa notícia: há uma forma oportuna e legitima de acelerar e complementar a pesquisa. Dá para pegar um atalho e incorporar na análise o trabalho prévio realizado por entidades de grande prestígio - geralmente com recursos e conhecimento para fazer esse escrutínio de forma especializada.

Na nossa visão, este é o maior valor das chancelas e prêmios que recebemos ao longo da história. É para gerar confiança na sociedade e acelerar a formação de redes de cooperação que buscamos o reconhecimento de instituições idôneas. Essa confiança é parte de um fator essencial no desenvolvimento de um país, chamado CAPITAL SOCIAL!

Quando ganhamos o respaldo da Unesco, da Fundação Schwab ou como a mais recente, do Pacto Global da ONU, sabemos que isso dá segurança a outros agentes da teia social e resulta em mais parcerias, mais redes colaborativas e mais benefícios concretos para as comunidades. No fundo, a gente não enxerga nem toca a confiança, mas sabe que ela está lá... E que é ela que faz a mágica acontecer!

Então vamos ao que interessa: conheça a seguir algumas das nossas chancelas e prêmios, o nosso Estatuto e Código de Ética e, por fim, o nosso relatório da auditoria financeira realizada pela PwC Brasil.

Melhores Para o Brasil - 2022
100 Melhores ONGs para se Doar - 2021
Prêmio Humanizadas - 2020
100 Melhores ONGs para se Doar - 2017
Selo ONG Transparente, do instituto Doar - 2017
Finalista do prêmio Itaú-Unicef - 2017
Prêmio Empreendedor Sustentável - 2015
Prêmio ODM Brasil - 2014
Best Pratices Award Dubai International - 2014
Prêmio Tecnologia Social Fundação Banco do Brasil - 2011
Prêmio Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia - 2009